Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2022
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
33°
18°
26°C
Espumoso/RS
Tempo limpo
No ar: Show da Manhã
Ao Vivo: Show da Manhã
Geral

Polícia Civil de Soledade já possui dois suspeitos do assassinato de Thais Corrêa de Oliveira

Polícia Civil de Soledade já possui dois suspeitos do assassinato de Thais Corrêa de Oliveira
13.10.2022 15h31  /  Postado por: Tânia Diehl

A Polícia Civil de Soledade já possui dois suspeitos do assassinato de Thais Corrêa de Oliveira, ocorrido na noite do dia 11 de outubro, terça-feira, 11/10, no bairro Expedicionário naquela cidade.

O delegado Marcelo Gasparetto, é o responsável pela investigação, informa que já foram ouvidas mais de 15 testemunhas sobre o caso.  “Estamos trabalhando com a hipótese de execução, tendo em vista que nenhum objeto ou pertence da vítima foi subtraído de dentro do veículo. Além disso, inicialmente, descartamos a suspeita de crime passional”, afirmou ele.

Segundo Gasparetto, um dos suspeitos já foi identificado, e o outro ainda não, tendo apenas o apelido do indivíduo. Testemunhas  afirmaram que as duas pessoas estavam no local do fato, e segundo elas, não os viram no momento dos disparos, somente após, quando fugiram do local em um carro de uma terceira pessoa, que não teria participação com o crime”, sinalizou.

A vítima é ex-companheira de um líder de facção que está preso desde 2020, suspeito pelo homicídio de uma amiga. “Ela foi testemunha de acusação contra ele no caso Paula Perin Portes, sendo ouvida pela justiça na fase de instrução, faltando apenas o juri, que ainda não tem data marcada. Após a morte de Thais, levantou-se a hipótese que logo ela prestaria um depoimento relacionado a este caso, mas, na verdade, ela havia sido intimidada para uma audiência de conciliação de outro fato”, ressaltou o delegado.

Conforme Gasparetto, a Polícia Civil de Soledade está toda mobilizada para elucidar este caso e realizar a prisão destas duas pessoas suspeitase todo o setor de investigação trabalha na busca dos suspeitos, testemunhas e imagens de câmeras de segurança.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
CONCORDO