Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
24°
11°
16°C
Espumoso/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Notícias

Brasil diz não ter sido notificado pela China sobre Covid-19 em frango

Brasil diz não ter sido notificado pela China sobre Covid-19 em frango
13.08.2020 16h33  /  Postado por: adrianolima

O Ministério da Agricultura (Mapa) informou que “até o momento não foi notificado oficialmente pelas autoridades chinesas” sobre a suposta detecção de traços de coronavírusem lote de asas de frango brasileiro importado pelo país. O Mapa disse que ainda na noite da quarta-feira, após notícia veiculada na imprensa da província chinesa, acionou o adido agrícola em Pequim, “que consultou a Administração Geral de Aduanas da China (GACC) buscando as informações oficiais que esclareçam as circunstâncias da suposta contaminação”. O GAAC é o órgão do governo chinês responsável pela habilitação de estabelecimentos exportadores e que também realiza o controle de mercadorias na aduana.

Na madrugada desta quinta-feira, o governo da cidade de Shenzhen, no sul da China, disse que teste feito em uma amostra de asa de frango congelada importada do Brasil apontou presença do coronavírus.

Segundo a administração local, a descoberta foi feita após uma pequena amostra da superfície ser retirada do lote e testada por centros locais de controle de doenças.

No comunicado, o Ministério da Agricultura destacou que outras amostras do mesmo lote foram coletadas, analisadas e os resultados foram negativos, segundo informações do governo de Shenzhen, e que as pessoas que manusearam o material também testaram negativo para Covid-19.

“O Mapa ressalta que, segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há comprovação científica de transmissão do vírus da Covid-19 a partir de alimentos ou embalagens de alimentos congelados”, afirmou o Ministério.

A pasta disse, ainda, que “reitera a inocuidade dos produtos produzidos nos estabelecimentos” sob o Serviço de Inspeção Federal (SIF) – sistema de controle e credenciamento de frigoríficos. “Visto que obedecem a protocolos rígidos para garantir a saúde pública”, destaca a nota.

De acordo com fontes ouvidas pelo Broadcast Agro, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, não vai se pronunciar sobre o assunto. Até o fechamento deste texto, a reportagem não havia obtido um posicionamento da empresa citada.

*Correio do Povo

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.