Terça-feira, 14 de Julho de 2020
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
11°
3°C
Espumoso/RS
Tempo limpo
No ar: Bom Dia Alto Jacuí
Ao Vivo: Bom Dia Alto Jacuí
Notícias

Rio Grande do Sul investiga dois casos suspeitos de infecção por coronavírus

Rio Grande do Sul investiga dois casos suspeitos de infecção por coronavírus
31.01.2020 11h31  /  Postado por: Luzia Camargo

A Secretaria da Saúde (SES), por meio do Centro Estadual de Vigilância (Cevs), mantém hoje dois casos de possível infecção por coronavírus. Os dados foram atualizados nesta quinta-feira (30) pelo Ministério da Saúde. Os dois casos foram notificados pelos municípios de Novo Hamburgo e Gravataí. Outras quatro situações no Rio Grande do Sul já foram descartadas ou excluídas, em residentes nas cidades de São Leopoldo (dois casos) e Dois Irmãos (dois casos).

Em Novo Hamburgo, o caso refere-se a um homem de 54 anos que reside em Hong Kong, que foi atendido durante estadia na cidade. O segundo é uma mulher de 27 anos de Gravataí que esteve em viagem à China. Ambos apresentaram o quadro de febre atrelada a um sintoma respiratório (tosse ou dificuldade de respirar) mas sem a necessidade de internação hospitalar. Aos dois foi recomendado o isolamento domiciliar e as vigilâncias municipais dos municípios e do Estado mantêm monitoramento dos casos.

Os dois casos já estão em análise pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) para o painel de vírus respiratórios hoje de competência do local, como influenza, parainfluenza, adenovírus entre outros. Em paralelo, amostras de secreção respiratória também foram encaminhadas para o laboratório de referência para análise do coronavírus, a Fiocruz no Rio de Janeiro.

Hoje, é considerado como suspeito a pessoa que nos últimos 14 dias tenha tido viagem para a China e que venha a apresentar febre acompanhada de algum sintoma respiratório (tosse ou dificuldade para respirar) ou aquela pessoa que tenha tido contato com um caso suspeito e também tenha apresentado esse quadro clínico.

A população e os profissionais de saúde do RS podem entrar em contato para esclarecimentos de dúvidas e notificações por meio do telefone 150 do Disque Vigilância, ou e-mail disquevigilancia@saude.rs.gov.br.

Brasil e mundo

No Brasil, são nove o número de casos suspeitos hoje em investigação. Outros 33 já foram descartados ou excluídos. Desde o final de dezembro, mais de 7,7 mil casos já foram registrados na China, com 170 óbitos entre eles. Fora da China, foram confirmados 82 casos em 18 países. A Organização Mundial de Saúde passou, nesta quinta-feira (30), a considerar a situação como uma emergência de saúde pública de importância global.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social – SES/RS

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.