Sábado, 04 de Fevereiro de 2023
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
29°
16°
18°C
Espumoso/RS
Tempo nublado
No ar: Madrugadão Planetário
Ao Vivo: Madrugadão Planetário
Especiais

Conheça a história de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil

Conheça a história de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil
11.10.2022 13h57  /  Postado por: Mirele Caldas

Em 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora da Conceição, conhecida como Nossa Senhora Aparecida, o Brasil celebra a sua padroeira, que passou a receber o carinho e a devoção dos brasileiros em 1717, ano que marca a descoberta da imagem. Na quarta-feira (12), dezenas de igrejas e santuários que levam o nome da santa devem ter programação especial para celebração da data.

Segundo o pesquisador da Academia Brasileira de Hagiologia (Abrhagi) Pe. Rubens Miraglia Zani, a história da santa no Brasil começa em 1717, quando a vila de Guaratinguetá, em São Paulo, estava se preparando para receber o governador  da Província de São Paulo e Minas Gerais . O município queria recepcioná-lo com um banquete e pediu para que três pescadores —  João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia — trouxessem todos os peixes que conseguissem pescar no rio Paraíba.

—Mas não era época de peixe. Eles trabalharam a noite toda e não tinham encontrado nada. Pela manhã, perto do Porto Itaguaçu, eles lançaram a rede mais uma vez e pescaram o corpo de uma imagem da Nossa Senhora. Um pouco mais abaixo, jogaram a rede novamente e pescaram a cabeça da santa — relata Zani:

— Depois de encontrarem a imagem, eles conseguiram pescar muitos peixes.

Feita de barro, com 36 centímetros de altura e pesando pouco mais de dois quilos, a imagem da Santa ainda existe, e está exposta no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, localizado em Aparecida, São Paulo. O nome da santa ficou conhecido assim, no Brasil, porque a imagem apareceu para os pescadores.

—Um dos pescadores, Felipe Pedroso, levou a santa para casa e colou o corpo e a cabeça com cera de abelha. Então, as pessoas começaram a frequentar a casa dele para adorar  Nossa Senhora — acrescenta Zani.

Pouco tempo depois, uma capela foi construída. Foi neste local que aconteceu um dos milagres atribuídos à santa. Segundo o pesquisador, um escravo chamado Zacarias havia fugido e estava sendo procurado por um capitão do mato.

—Ele entrou na igreja e começou a rezar para a da santa, pedindo para que ela o salvasse. O escravo estavas com as mãos acorrentadas e as correntes, na época, eram fechadas com fogo, difíceis de serem abertas. Com a oração, as correntes soltaram — narra.

Manto e coroa

O conhecido manto azul e a coroa de ouro da santa também têm uma história interessante. Antes da Proclamação da República, a então herdeira do trono, princesa Isabel, e o marido estavam tentando ter um filho. Os dois participaram da celebração e a princesa doou à imagem, ao pedir por um herdeiro, um manto ornado com brilhantes, segundo informações do Santuário de Aparecida.

Anos depois, a família, já com três filhos, retornou para agradecer. Desta vez, Isabel ofereceu à santa  uma coroa de ouro e brilhantes.

— Foi essa coroa que depois foi usada na coroação de Nossa Senhora — conta Zani.

Ainda conforme informações do Santuário de Aparecida, a santa foi declarada padroeira do Brasil em julho de 1930.

GZH

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
CONCORDO