Quarta-feira, 18 de Maio de 2022
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
10°
10°C
Espumoso/RS
Tempo nublado
No ar: Programação Musical
Ao Vivo: Programação Musical
Notícias

RS registra 14 mil casos em um dia e bate recorde de contágio; internações sobem em patamar reduzido

RS registra 14 mil casos em um dia e bate recorde de contágio; internações sobem em patamar reduzido
Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.
17.01.2022 06h46  /  Postado por: Roger Nicolini

O crescimento vertiginoso do contágio por covid-19 registrado nas últimas semanas faz o Rio Grande do Sul atingir, nesta sexta-feira (14), o ponto mais alto da curva, desde o início da pandemia, em relação ao número de novos casos. Nesta sexta-feira, o Estado registrou mais 14.345 novos casos em 24 horas, fazendo a média móvel diária superar o pico anterior.

Com a atualização de dados desta sexta, subiu para 8.783 a média móvel de casos de covid-19 no Estado. O pico anterior, de 7.727, havia sido registrado em março de 2021.

Em julho de 2021, a curva de novos casos chegou a dar um salto pontual, mas o movimento foi antecipado pelas autoridades de saúde e se tratava da inclusão retroativa de dados antigos. Já a subida vertiginosa atual é reflexo de novos casos.

O número de novos casos ainda tende a se agravar, antes de arrefecer. É o cenário que desenham especialistas, com base no comportamento da variante Ômicron nos países pelos quais ela passou nos últimos meses.  O vice-presidente do conselho nacional dos secretários de saúde e secretários de saúde de Canoas Maicon Lemos fala a respeito.

A explosão atual de casos tem sido percebida em hospitais, especialmente nos leitos clínicos (também chamados de leitos de enfermaria). O total de pacientes com confirmação da doença hospitalizados nesses espaços teve um aumento de 212,7% – passando de 149 para 466 em duas semanas.  Como nas ondas anteriores da pandemia, a primeira curva a subir é sempre a de casos confirmados. Dias depois, sobem os números de internados em leitos clínicos. Como parte desses pacientes apresenta agravamento da doença, em mais alguns dias há aumento na curva de pessoas com covid-19 em UTIs. No Rio Grande do Sul, o indicador de internados em UTIs aumentou 26,1% nas últimas duas semanas. O cenário atual de uma covid com sintomas mais fracos deve ainda servir de alerta mesmo assim, destaca o vice-presidente do conselho dos secretários de saúde.

Além da vacinação, que reduz as chances de agravamento da doença, especialistas reforçam o tripé para evitar o contágio: priorizar ambientes com ventilação natural, evitar aglomerações e utilizar máscaras de qualidade.

FONTE E FOTO: GAÚCHA ZH

 

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
CONCORDO