Terça-feira, 25 de Janeiro de 2022
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Chuvas esparsas
41°
21°
23°C
Espumoso/RS
Chuvas esparsas
No ar: Programação Musical
Ao Vivo: Programação Musical
Geral

Espumosense em situação de risco perece no prédio da rodoviária

Espumosense em situação de risco perece no prédio da rodoviária
26.11.2021 16h16  /  Postado por: Tânia Diehl

O alcoolismo é um sério problema de saúde pública.  E constituiu-se no maior problema para as famílias que passam por este sofrimento. “As relações familiares são conturbadas. A maioria das famílias isola-se evitando falar do alcoolismo com outros. Portanto, a rede de suporte social seria fundamental. Ao analisá-la, constatamos a precariedade de recursos públicos, o desconhecimento dos existentes e a não utilização de Grupos de Apoio pelas famílias”.(Escola Anna Nery)

Uma situação degradante, em função do alcoolismo, vem sendo observada junto ao prédio da rodoviária de Espumoso. Um senhor, de iniciais V. P., de 58 anos de idade, está abandonado naquele local, vivendo dos favores dos taxistas e moradores dos arredores. Ele vivia perambulando pela cidade e, há algum tempo, a Assistência Social conseguiu interná-lo no Lar do Idoso, em Ibirubá. Mas, após três meses, ele não quis ficar naquela casa e exigiu ser trazido de volta, quando continuou perambulando pelas ruas. A conta do Lar do Idoso acabou sendo paga pela Assistência Social .

Há cerca de 5 meses, ele caiu e se machucou, Foi levado para o Hospital, mas após a alta, a SAMU conduziu-o novamente para o prédio onde funcionava a rodoviária, pois não tinha outro local para levá-lo.

No entanto, ele não consegue caminhar e depende da caridade das pessoas que passam por ali, pois ele não dispõe sequer do dinheiro da sua aposentadoria.

A reportagem falou com a secretária da Assistência Social, Rose Signor, que prestou todas as informações sobre o caso  e disse que o mesmo vem sendo acompanhado.

O sr. Darci, coordenador do Grupo Passo a Passo, de Alcoólicos Anônimos, de Espumoso, tomou conhecimento da situação, contatou com a Promotoria e posteriormente com a assistente social que assumiu o compromisso de colher as informações necessárias para que a Promotoria Pública possa encaminhar o caso ao Juiz de Direito desta Comarca e que finalmente seja encontrada uma solução para um  problema tão degradante e indigno do ser humano.

 

 

Imagens
Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.