Sábado, 27 de Novembro de 2021
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
26°
16°
21°C
Espumoso/RS
Tempo nublado
No ar: Programa da Câmara de Vereadores de Espumoso
Ao Vivo: Programa da Câmara de Vereadores de Espumoso
Geral

Darci Graeff fala sobre o consumo de bebidas alcóolicas entre adolescentes em Espumoso

Darci Graeff fala sobre o consumo de bebidas alcóolicas entre adolescentes em Espumoso
24.11.2021 14h18  /  Postado por: Tânia Diehl

O consumo de bebidas alcoólicas têm chamado a atenção de quem anda pela cidade de Espumoso, especialmente nos finais de semana.

São jovens de 12, 13 e 14 anos que circulam pela rua, segurando copos de bebidas destiladas ou de cerveja.

Segundo estudos científicos, quase 40% dos adolescentes brasileiros experimentaram álcool pela primeira vez entre 12 e 13 anos, em casa. A maioria deles bebe entre familiares e amigos, estimulados por conhecidos que já bebem ou usam drogas. Entre adolescentes de 12 a 18 anos que estudam nas redes pública e privada de ensino, 60,5% declararam já ter consumido álcool.

As pesquisas mostram que o tipo de bebida mais consumida entre os jovens varia de acordo com a região. No Norte e Nordeste do país, a preferência é pela cerveja, seguida do vinho, enquanto no Centro-Oeste, Sudeste e Sul há consumo maior de destilados, como vodca, rum e tequila. Essas últimas, geralmente são mais consumidas em “baladas”, onde é comum a mistura de álcool a outras bebidas não alcoólicas, como refrigerantes ou sucos.

Os médicos ressaltam que quanto menor a idade de início da ingestão de bebida alcoólica, maiores as possibilidades de se tornar um usuário dependente ao longo da vida. De acordo com pesquisas, o consumo antes dos 16 anos aumenta significativamente o risco de beber em excesso na idade adulta.

Para especialistas, o consumo precoce pode levar a uma série de consequências nocivas. Os adolescentes que se expõem ao uso excessivo de álcool podem ter sequelas neuroquímicas, emocionais, déficit de memória, perda de rendimento escolar, retardo no aprendizado e no desenvolvimento de habilidades, entre outros problemas.

Darci Graeff, que coordena o grupo dos Alcoólicos Anônimos em Espumoso, falou à reportagem e informa que aumentou muito a procura de ajuda por parte de jovens aos 20 anos de idade:

 

 

Imagens
Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.