Sábado, 13 de Agosto de 2022
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
19°
10°
11°C
Espumoso/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Esportes

Fiscal denuncia policial militar por agressão após encerrar festa irregular em Salto do Jacuí

Fiscal denuncia policial militar por agressão após encerrar festa irregular em Salto do Jacuí
13.09.2021 15h59  /  Postado por: Tânia Diehl

Um fiscal da Prefeitura de Salto do Jacuí, no Norte do Rio Grande do Sul, foi agredido ao tentar encerrar uma festa clandestina na madrugada do último sábado (11). De acordo com ele, a agressão partiu de um policial militar que era o responsável pelo evento. O 16º Batalhão de Polícia Militar confirmou que se trata do tenente Luciano Julião. Ele foi afastado enquanto a corporação apura o caso por meio de um procedimento interno.

O momento da agressão foi registrado em vídeo.

De acordo com a 2ª Companhia do 16º Batalhão de Polícia Militar de Cruz Alta, responsável pelo comando da guarnição da Brigada Militar de Salto do Jacuí, foi aberto um procedimento investigativo para apurar o caso e a responsabilidade do tenente Julião.

Conforme o Executivo Municipal, desde as 22h30 de sexta (10) os fiscais recebiam denúncias da população contra a festa, que ocorria na propriedade do policial militar.

No local, os agentes estimaram que havia mais de 200 pessoas reunidas, o que está em desacordo com as medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19, tanto no estado quanto no município. Por conta disso, o responsável pelo evento foi chamado e informado de que deveria encerrar a festa.

“Momento esse em que eu começo a fazer o relatório, fazer o meu trabalho, ele se aproxima de mim e começa a me insultar, ameaçar, dizer palavrões e me amedrontar. Eu pergunto se ele está me ameaçando e ele diz que sim, que está ameaçando e me dá uma cabeçada. Aí, eu saio e ele tenta investir de novo contra mim e a Brigada Militar acaba contendo ele. O pessoal da BM pediu para eu me retirar para não acontecer o pior”, conta um dos fiscais.

A festa foi encerrada e o responsável, multado em R$ 75 mil.

O Comando da Brigada Militar divulgou uma nota sobre o caso:

“A Brigada Militar se manifesta por meio desta nota, sobre a ocorrência na madrugada do dia 11 de setembro, na cidade de Salto do Jacuí/RS.

A Brigada Militar foi solicitada pela “Fiscalização Municipal de combate ao Covid-19” para atender uma ocorrência de realização de festa clandestina, a qual acontecia em propriedade do 1º Tenente Luciano da Silva Julião. No local, os fiscais solicitaram a presença do proprietário, que ao ser indagado sobre a festa, acabou se exaltando, como aparece em vídeo divulgado, ameaçando e agredindo o fiscal, sendo contido pelos Policiais Militares que apoiavam a ação do fiscal.

Após o fato, a fiscalização sanitária municipal registrou a multa pelo descumprimento do decreto municipal.

A Brigada Militar ressalta que não compactua com desvios de conduta por parte de seus integrantes e que tal comportamento não condiz com o padrão estabelecido na Legislação e normas que norteiam o agir da Corporação e de seus Policiais Militares.

O comando do 16º BPM já afastou o 1º Tenente de suas atividades e já instaurou o devido Inquérito Policial Militar (IPM). A apuração desta ocorrência deve ocorrer pelo prazo legal de 40 a 60 dias e, tão logo seja concluída está investigação, a BM informará”.

Fonte: G1

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
CONCORDO