Domingo, 25 de Julho de 2021
Telefone: (54) 3383.3400
Whatsapp: (54) 99988.1290
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
24°
13°
20°C
Espumoso/RS
Tempo nublado
No ar: Música, Informação e Esporte
Ao Vivo: Música, Informação e Esporte
Bom Dia Líder

Huck vai substituir Faustão aos domingos e diz que não retirou candidatura por não ser candidato a nada

Huck vai substituir Faustão aos domingos e diz que não retirou candidatura por não ser candidato a nada
16.06.2021 07h28  /  Postado por: Roger Nicolini

Luciano Huck afirmou que vai assumir o comando de um programa aos domingos na Globo depois que Fausto Silva deixar a emissora em 2022. O apresentador contou a novidade em sua participação no “Conversa com Bial”, na madrugada desta quarta-feira (16).

“Tenho enorme respeito pelo Faustão. Ele sempre foi muito generoso. Será um privilégio enorme ocupar o horário dele”, afirmou Huck.

Fausto Silva confirmou em janeiro que deixa o “Domingão do Faustão” e a TV Globo no fim de 2021. Em nota, a emissora afirmou que Fausto decidiu “encerrar sua jornada à frente de programas semanais” neste último ano de seu contrato. Foram 32 anos comandando o programa.

Já Huck, escolhido para o programa aos domingos, é o apresentador do “Caldeirão do Huck”, que vai ao ar aos sábados na Globo, desde 2000. Ele tinha sido contratado pela empresa em 1999, depois de iniciar sua carreira na Band, onde ficou conhecido pelo “H”.

Huck ainda estuda a fórmula para o novo programa e o fato de trocar o sábado pelo domingo. O nome da nova atração também não está definido.

“É página em banco. Vamos trabalhar. Mas vamos respeitar o hábito do telespectador”.

Huck político?

Luciano Huck não fugiu das perguntas sobre política. Ele negou que será ou seria candidato a qualquer cargo na política. “Vou ser muito franco: nunca me lancei candidato a nada, por isso não estou retirando candidatura”, afirmou. “Não consigo enxergar esse cargo (de candidato) como oportunidade. Não seria responsável da minha parte”. E emendou: “minha melhor contribuição é como cidadão, e não como candidato”.

O comunicador disse, porém, que não está fora do debate político. “O futuro a Deus pertence. Não tenho desejo incontrolável pelo poder, mas tenho desejo incontrolável para ajudar. Gosto do debate”.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.